Digite o que quer pesquisar:

Make your own custom-made popup window!

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore

    Archive

    BoG / 

    Orientação das políticas para uma abordagem estratégica PÓS-COVID para a conservação costeira e marinha na África Ocidental

    Este trabalho visa formular recomendações estratégicas que servirão de referência para os principais atores envolvidos na conservação marinha e costeira, assim como orientar as intervenções nesta área a curto e médio prazo. O estudo, financiado pela MAVA Foundation, abrange, além de Cabo Verde, a Guiné-Bissau, o Senegal e a Mauritânia.

    A BoG colaborou no trabalho desenvolvido para Cabo Verde, com foco nas ilhas do Fogo, Boavista e Maio, pela realização das seguintes atividades: estudo e seleção dos aspetos de mudança e recuperação económica e social, mais relevantes, na fase pós-COVID; identificação e caracterização dos principais drivers; construção de uma matriz de relação entre os principais drivers e os Planos de Ação de Resultado (OAPs) da MAVA. Os resultados destas atividades foram integrados num relatório e apresentados publicamente no Atelier realizado na Cidade da Praia em Cabo Verde, de forma a obter-se os contributos dos vários participantes e integrar de forma a obter-se o relatório final. Pretende-se que este seja uma referência e uma ferramenta de orientação para todos os atores envolvidos na conservação marinha e costeira.

    Avaliação Externa Final do Projeto “Turismo Solidário e Comunitário da Ilha do Maio”

    O projeto em avaliação, implementado entre 2017 e 2021, visa promover o turismo solidário e sustentável e reforçar e diversificar a oferta turística na ilha, através do aumento das atividades geradoras de rendimento e da promoção de técnicas participativas, contribuindo para a melhoria das condições de vida da população.
    A BoG foi a entidade responsável pelo processo de avaliação em todas as suas fases: preparação da avaliação incluindo o desenvolvimento das ferramentas para a recolha de dados; avaliação do projeto de acordo com os critérios do CAD-OCDE e da coerência, complementaridade e valor acrescentado para a população, de acordo com os requisitos específicos da União Europeia; análise de dados e elaboração do relatório final.

    Avaliação externa final do projeto “Etiikapun n’há – Urok, laboratório de resiliência da cultura Bijagó”

    O projeto Etikapun, implementado entre 2016 e 2020 nas Ilhas Urok, Arquipélago dos Bijagós, visa promover um modelo de desenvolvimento para a Área Marinha Protegida Comunitária das ilhas, que atua sobre três pilares: população, cultura e biodiversidade. O projeto foi implementado pelo Instituto Marquês de Valle Flôr (IMVF) em parceria com a Tiniguena – Esta Terra é Nossa! e cofinanciado pela União Europeia e pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.
    A BoG assessorou a COATL durante o processo de avaliação em todas as suas fases: preparação da avaliação incluindo o desenvolvimento das ferramentas para a recolha de dados; avaliação do projeto de acordo com os critérios do CAD-OCDE e da coerência, complementaridade e valor acrescentado para a população, de acordo com os requisitos específicos da União Europeia; análise de dados e elaboração do relatório final do projeto.